domingo, 15 de abril de 2012

Desencantamento-Blogagem coletiva



O encantamento começou e continuou...
Depois de saber a que família pertencia eu sentia-me mais à vontade e o meu amor continuava a crescer, embora em silêncio.
Até que um dia fui pedida em namoro,bom foi um momento mágico e vivi momentos únicos,afinal era correspondida,parecia um sonho.
Mas o meu sonho pouco tempo durou,pois um dia no recreio da escola decidiu abrir o jogo e dizer que não gostava de mim, aproximou-se porque tinha feito uma aposta, mas começava a achar que eu não merecia essa atitude por parte dele,poderíamos ficar amigos...blá...blá...blá.
Meu encantamento virou Desencantamento,fiquei fria,incrédula,capaz de chorar e me enfiar num buraco qualquer,porém cresceu uma força dentro de mim que com ar disfarçado claro,disse firmemente que não fazia amizades com pessoas que brincavam com os sentimentos dos outros e de nariz empinado virei costas e a partir desse dia evitava estar onde ele estivesse,inclusive pedi aos professores para mudar de lugar,pois éramos companheiros de carteira, pedido que não consegui,mas ignorava a pessoa completamente,embora o meu amor por ele continuasse...

Isto é a 2ª fase da minha participação do desafio do blogue Espiritualidade

8 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Xunandinha

"Tu és o orvalho que me beija"...
(Meliss)

Em pleno período pascal nos reencontramos para tecer o nosso Desencanto... entrelaçar partilhas de coração a coração...

Vc falou tão bem sobre o seu desencanto...
Quando nos sentimos desencantada...
temos mesmo vontade de "sumir num buraco"... andar sem rumo e sem fim...
Vc fez a sua experiência de Desencanto... isso que vale para a gente aprender...
Que singelo post e bem real!!!

Obrigada por sua participação e nos vemos no próximo mês se Deus quiser!!!
Bjs de Paz e Esperança junto com o meu carinho fraterno

"Meu coração orvalhado
pleno de gratidão,
agradece a Deus"...
(Élys)

pensandoemfamilia disse...

Olá
Deixou um gostinho de quero mais...o relato da sua iniciação ao encanto/desencanto.
bjs

Sandra Portugal disse...

Gostei da sua participação!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Socorro Melo disse...

Olá, Xunandinha!

Gostei da sua atitude: bravo!
Isso é lá coisa que se faça, brincar com os sentimentos dos outros!
No entanto, nunca teremos certeza do sentimento dos outros por nós, acreditamos e pronto, se não for verdadeiro, estamos sujeitos a decepções e desencantos... Importa que sejamos autênticos, pois, amar não é brincadeira.

Beijos, querida
Socorro Melo

elvira carvalho disse...

Quando somos jovens somos muito crédulos. Acreditamos que o mundo se rege pela mesma bitola que nós e depois descobrimos que afinal tudo é muito diferente.
Um abraço e uma boa semana

Maria Luiza disse...

Ai, ai, ai, não queria estar na sua pele, Xunandinha. Eu não sei trabalhar isso dentro de mim: rejeição é o pior sentimento e você teve uma bela atitude. Queria saber da cara dele. Coisa ridícula essa de aposta. Era moda. Beijão!

RUTE disse...

Oi Xunandinha,
isso que esse menino fez com você, não se faz!!

Há homens tão imaturos, meu Deus! E o pior é que conheço alguns que apesar de já terem 40 anos ainda continuam meninos, fazendo apostas e brincando com os sentimentos alheios.

Beijinhos além-mar.
Espero você na próxima fase que será postada a chamada, hoje.
Rute

Luma Rosa disse...

Os homens nunca crescem! (rs*)
Mas vai dizer, foi uma boa história, não foi?
Beijus,